Erva-Doce

Foeniculum_vulgare_

Nome latino: Foeniculum vulgare dulce

Família: Umbelliferae

Guia de compra:

  • Cor: Incolor a Amarelo-claro
  • Viscosidade: Úmido
  • Aroma: Quente, doce, lembrando anis, picante.

Países de origem: França, Alemanha, Itália, Bulgária, Hungria, Rússia, Índia, Espanha

Descrição: Planta bienal que cresce até 2 m, com folhas verde-vivos esparsas, parecendo uma renda delicada. As flores amarelas ficam em cachos na extremidade de caules finos, voltados para cima; são substituídas por sementes.

Partes usadas: Sementes.

Método de extração: Destilação com vapor.

Rendimento:  2 a 4% da destilação das sementes maceradas.

Usos mais importantes: Dores abdominais ou cãibras, flatulência, tosse, dor de garganta, problemas digestivos, problemas menstruais, tensão pré-menstrual, problemas da menopausa, fertilidade, obesidade, náusea, retenção de líquido, problemas hepáticos.

Propriedades terapêuticas: Anti-séptico, antibiótico, carminativo, emenagogo, similar ao estrogêneo, galactogogo, depurativo, diurético, estimulante, regenerador, antiespasmódico, vermífugo, expectorante.

Principais componentes químicos: Trans anetolo, fencono, estragol, metilcavicol, fenono, alfa-pineno.

Mistura-se bem com: Zimbro, gerânio, lavanda, gengibre, grapefruit, bergamota, pimenta-do-reino, cardamomo, cipreste, limão, manjerona, niauli, pinho, ravensara, alecrim, sândalo, ilangue-ilangue.

Fatos interessantes: Provê de ozônio o ar. Plínio, o Velho, refere-se a 22 remédios que continham erva-doce. Frequentemente mencionada na cozinha e na medicina anglo-saxônica. Os gregos antigos achavam que ela favorecia a vida longa, a coragem e a força. O nome que eles davam para a erva-doce era marathrion, de maraino, que significa “crescer delgado”. A capacidade da erva-doce de afugentar a fome era empregada durante os dias de jejum na Europa. Ela era consumida em grande quantidade; no palácio de Eduardo I da Inglaterra, no ano de 1300, 4 quilos eram suficientes apenas para o consumo de um mês.

Contra indicação: Não deve ser usada durante a gravidez. Não deve ser usado em bebês ou em menores de 16 anos. Não deve ser usado em pessoas com epilepsia. Não deve ser usado se o nível de estrogênio é alto. Não deve ser usado por mulheres com câncer de mama. Não deve ser usado por pessoas com problemas reais, inclusive pedra nos rins.

A – Z Aromaterapia – Susan Worwood

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s