Como se usam os óleos essenciais

Óleo essencial

“Um gota, somente uma gota pode te dar aquilo que você precisa, então você que é uma gota no universo, pode transformá-lo e trazer para o outro aquilo que ele precisa!”

Os óleos essenciais são de uso extremamente versátil. A maneira mais conhecida de usá-los consiste numa combinação de um ou mais óleos essencais com uma base vegetal ou óleo veicular ou carreador, para fazer um “óleo de massagem”. Os aromaterapeutas usam óleos essencais com finalidades terapêuticas, e via de regra os aplicam em massagens. Entretando, um óleo de massagem também pode simplesmete ser aplicado no corpo, como se aplicaria qualquer óleo, loção ou creme para o corpo. Os esteticistas usam óleos de massagem à base de óleos essencias para melhorar a tonicidade da pele. O uso doméstico os óleos essencias podem ser utilizados desses dois modos, mas tudo isso é apenas a ponta do iceberg, porque os óleos essenciais  podem ser usados de dezenas de modos.

Alguns óleos essencias têm propriedades anti-sépticas, podendo ser acrescentados a água quente e usados na limpeza do piso da cozinha ou do banheiro. Esse procedimento simples dá um bom resultado na maioria das situações, e torna o trabalho doméstico muito mais tranquilo, por se saber que não se estão usando produtos artificais que poluem o ambiente. Além disso, evidentemente, os óleos essencias têm um cheiro ótimo. E isso não é tudo. Use lavanda para levantar o ânimo – e curar cortes nas mãos. O gerânio tranquiliza a alma – e ao mesmo tempo ajuda a circulação. Para preparar purificadores de ar à base de óleos essencias basta pegar um pulverizador de plantas, enchê-lo de água quente até a metade e adicionar o óleo. Para dar um cheiro de limpeza às roupas ponha duas gotas de seu óleo essencial predileto numa pelota de algodão ou num lenço de papel e coloque-o no guarda-roupa ou numa gaveta. A lavanda tem a vantagem adicional de afastar as traças.

Os funcionários de escritórios também gostam dos óleos essenciais.  De manhã não há nada melhor para animar do que no banho do chuveiro pingar na esponja uma gota de essência de grapefruit e esfregar o corpo com ela. Quando se vai fazer uma entrevista para um novo emprego, um toque de bergamota é ótimo: você ficará calmo e confiante. Já para o funcionamento eficiente do cérebro o manjericão é perfeito.

Nem sempre é possível usar um difusor no local de trabalho, mesmo sendo ele do tipo portátil, que não exige fogo ou eletricidade para a ativação das moléculaas aromáticas voláteis que estão dentro dos óleos essencias. Entretando isso não é problema. Você pode levar para o trabalho um vidrinho de seu óleo essencial predileto ou de sua mistura predileta, e derramar num lenço de papel de deixá-lo próximo a você. Depois do almoço tente aspirar limão com alecrim para reanimar, e atravesse a tarde alerta, eficiente e calmo.

Para afastar os percevejos há quem ponha na roupa óleo essencial puro – ou nas meias, no colarinho, por exemplo, para manter longe os borrachudos (que não podem suportar o cheiro de lavanda). Se você foi picado por um borrachudo, formiga ou abelha, espalhe óleo de lavanda sobre a picada: a dor cederá e em breve não restará mais nada. O óleo essencial – por exemplo o de hortelã-pimenta – pode ser colocado puro perto de portas para manter longe os camundongos. Pessoas que viajam com frequencia gostam de alguns óleos que repelem insetos, e umas gotas em camas desconhecidas podem evitar picadas de criaturas indesejadas que passeiam por ali. Mesmo os sanitários públicos podem ser limpos por um lenço de papel com algumas gotas de óleo esencial antibiótico – um procedimento simples que dá muita tranquilidade.

Os óleos essencias são usados mais frequentemente na banheira. Bastam de quatro a seis gotas de óleo pruo pingadas na superficie da água quando a banheira estiver cheia. Agite um pouco a água para misturar o óleo e então entre na banheira, deite-se de costas e relaxe. Dizem que o que é bom vem em frascos pequenos, e com relação aos óleos essencias isso sem dúvida é verdade. Para pés cansados, uma poucas gotas de óleo essencial num lava-pés fazem milagres. Os óleos são muito usados em inalações de vapor, como no caso de eucalipto para o tratamento de resfriados. Pingue o óleo na superficie de uma tigela com água fervente, cubra a cabeça com uma toalha e inale. E também se pode pingar algumas gotas de qualquer óleo essencial numa tigela com água fervente e deixá-la no chão ao lada da cama durante a noite.

Os óleos essenciais têm tanta versatilidade porque são altamente concentrados. Em muitos casos uma gota é suficiente. Eles estão à venda em vidrinhos, mas ou menos do tamanho de um batom, cabendo assim no bolso ou na bolsa. Podem ser usados em quase qualquer lugar, espargidos no ar. São também aplicados diretamente na pele na forma de óleo de massagem, usados diluídos em água, de vários modos, e em alguns casos até mesmo puros – isto é, não diluídos.

___________________________________________________________________________

Texto adaptado do livro Aromaterapia – um guia de A a Z – Susan Worwood

2 comentários sobre “Como se usam os óleos essenciais

  1. léa disse:

    que texto legal…tão fácil de entender…E mais ainda, se acompanhamos o seu blog, todas as postagens sobre aromas, sou fã deste blog…Um pouco por egoísmo, acho…o olfato para mim é uma das minhas antenas pro mundo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s