Vivência II

Vista para o Mar - Guaraú

Não percebemos nossos movimentos, nossos gestos, nosso modo de expressar. Cada movimento mostra para o “outro” o que sentimos, o que queremos e o que não permitimos.
Somos transparentes, apenas não nos damos conta disso”

Vamos iniciar uma vivência fazendo uma caminhada no estilo cankamana que é um caminhada conscimente (em câmera lenta). É só seguir as intruções:

  • escolha de preferência um parque ou um local onde haja muitas árvores para que em seguida, possa fazer a vivência;
  • pegue-se pensando “vou caminhar” mesmo antes de dar um passo;
  • note a mudança de sensação corporal conectada com mudar o passo, ou seja, mudança no centro gravitacional do seu corpo, o próprio movimento das pernas, etc.;
  • quando cessar o contato do pé direito com o chão, observe “levantado”;
  • em seguida, note “movendo”;
  • finalmente, “pisando”;
  • repita o mesmo processo com a perna esquerda caminhando bem lentamente;
  • se você se distrair, note “distração”; e volte ao momento presente;
  • quando chegar até a árvore escolhida após caminhas uns 20 a 30 metros assim, note “cheguei”. Agora passe à vivência seguinte.

Vamos prestar uma reverência à natureza fazendo uma troca sutil de energia com a árvore escolhida. Realize a vivência seguindo as seguintes instruções:

  • tire os sapatos para que seus pés fiquem em contato com o magnetismo da terra. Siddhartha Gayutanna (556 a.c), costumava dizer: “Quando o pé sente o chão, o pé sente o pé”;
  • antes de iniciar, peça permissão à arvore para fazer essa troca de magnetismo;
  • aqui temos várias opções: simplesmente abrace a árvore; ou sente-se no chão e encoste a coluna vertebral deixando-a bem ereta junto ao tronco; ou ainda abrace a árvore de costas;
  • independentemente da maneira escolhida, basta inspirar profunda e lentamente sete vezes enchendo bem o diafragma;

Há uma troca de energia. Imagine a energia vital da árvore entrando em harmonia consigo. Sinta agora essa sensação;

  • ao concluir a  essa vivência que não leva mais do que uns 5 minutos, agradeça mentalmente a natureza pela sua beleza, pela sombra, pelos frutos, pela dádiva dessa troca de energia;
  • por fim, abra os olhos lentamente, largue a árvore, inspire e sinta uma sensação de paz e tranquilidade. Dê um sorriso e sinta uma sensação de paz e tranquilidade.Dê um sorriso para terminar;
  • caminhe de volta ao ponto de origem no estilo “cankamana

Uma das técnicas que melhor trabalha com a energia vital chama-se T’ai Chi Ch’uan. É uma arte milenar chinesa de movmento, saúde e longevidade. Se por ventura não puder fazer um curso, adquira uma fita de vídeo que mostra os movimentos já que é muito dificil de aprender esses movimentos apenas com as ilustrações e desenhos de livros.

Num nível mais físico, um dos melhores exercícios que há é a natação. A natação é o esporte que mais lhe dá resistência, força e flexibilidade e tudo ao mesmo tempo. Se nadar apenas uma ou duas vezes por semana, nem que seja só com o intuito de manutenção da saúde, já irá fazer uma diferença enorme.

Sabemos o quão fundamental é incluir alguma atividade física em nossas vidas. Como cirtério básico devemos escolher algo que realmente gostamos de fazer; que seja conveniente no sentido de não precisarmos ter nde nos locomover tanto, termos roupas adequadas, etc. Creio que mesmo para queles que não tem nenhuma inclinação física, existe uma atividade: acaminhada. Liste as vantagens da atividade física de caminhar.

Retirado do livro Tudo sobre Aromaterapia – A. Roberto da Silva

4 comentários sobre “Vivência II

  1. Léa disse:

    Que texto lindo vc postou para introduzir a vivência…curto , mas muito significativo!
    A vivência deve ser deliciosa, vou fazer amanhã mesmo…os dias aqui têm sido muito frios, mas com o sol, acabam se tornando tão lindos…as folhas secas pelo chão, muitos tons de outono….e as caminhadas são prazeirosas…muitas conchas na praia…

  2. Terra dos Aromas disse:

    Obrigada Lea🙂 Vc sabe… um dia enviarei esse tipo de textos para vc e vc fará a ilustração e um pequeno livro teremos juntas🙂 ♥♥
    Realmente esse tipo de vivência é excelente, sentir a natureza e tocá-la e misturar nossa energia com ela é demais!!!!!!!!!!

  3. Léa disse:

    Sol, ilustrar esses textos pequeninos seria maravilhoso…
    Já estou até imaginando, usar aquarela….
    Começa a reunir e me manda, já vou fazendo as ilustrações, sem pressa, sem compromisso, pra ficar tudo lindo…Um dia, quando vc quiser publicar, já estará com todos…Adorei a idéia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s