Calêndula

Calêndula

A calêndula é, por si só, especial – estimula a granulocitose e fagocitose ajudando a combater infecções. Ademais, a calêndula é indicada como coadjuvante nos tratamentos acneicos. As mucilagens, restauradoreas da epiderme, são excelentes para os casos de dificil cicatrização. Quando o óleo de calêndula é aplicado em massagens faciais ajuda a aumentar a tonicidade da pele.

Composição: Cartoenóides (caroteno, calendulina, licopina), flovocromo, mutacoromo, autrocromo, flavoxantina, crasantemaxantina, xantofila, flovonóides (quercentina, quercentinoglicosídio, nascisina); ácido oleanóico, mucilagem, saponina, calendina.

Descritivo: em virtude do ácido oleanóico, possui ação calmante e refrescante para peles sensiveis, avermelhadas e delicadas. O óleo de calêndula pode ser usado em pele seca, normal e oleosa. Favorece a regeneração do tecido, além de exercer atividade antinflamatória. Por isso, é indicado para problemas epidérmicos: insolação, assaduras, acne, abscesso e até fissura nos mamilos.

Armazenamento: Aramazene o óleo vegetal num recipiente hermético e deixe-o em abiente seco, arejado e ao abrigo da luz solar. Se não for usá-lo com frequência, guarde-o na geladeira. É recomendado que se adicione uma pequena quantidade de vitamina E para evitar que fique rançoso.

Dica: compre um volume pequeno de óleo carreador que possa ser usado dentro de, no máximo 6 meses

Ref. Bibliográfica : Silva, Roberto da., Tudo sobre aromaterapia, Ed. Roka

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s