Compressas

Princess_earring_by_SolPeruibe

Princess earring by SolPeruibe

O alívio de tantas dores deve vir acompanhador de tantos amores!

Compressa fria usamos para tratar dor de natureza aguda como uma contusão inesperada, uma cãimbra de curta duração, uma dor de cabeça, uma tendinite. Compressa quente usamos para tratar dores de natureza crônica como uma bronquite com falta de ar ou não, um abscesso acompanhado ou não de febre, reumatismo e doenças de pele que perduram por muito tempo, às vezes, meses.

Compressa Fria

Para um litro de água, adicionamos três gotas de óleo essenciais: duas de alecrim e uma de hortelã-pimenta. São óleos excelentes para dores. Podemos usar também três gotas de um só deles. Diminuímos a temperatura da água com alguns cubos de gelo. A compressa é feita mergulhando um pano limpo e macio na água com óleo essencial. Retiramos o excesso d’água torcendo o pano. Colocamos a compressa em cima da área afetada e a cobrimos com um pano seco de lã ou flanela a fim de diminuir a troca de calor. Isso permite que a compressa se mantenha fria por mais tempo. Quando a compressa atinge a temperatura do corpo, voltamos a umedecê-la

Dosagem: repita duas até três vezes ao dia

Dicas: os óleos essenciais são praticamente imiscíveis na água. Por isso, o melhor é colacarmos as três gotas do óleo num pouco de alcool etílico e agitar bem. Após veremos que a mistura se integra totalmente quando adicionada ao litro de água fria.

Compressa Quente

Para um litro de água quente podemos acrescentar de três a cinco gotas de um óleo essencial suave. O processo é o mesmo descrito para a compressa fria, porém com uma importante diferença, além da temperatura, evidentemente: o pano mergulhado na água quente com o óleo essencial e usada como compresa, não é reaproveitado. A razão disso é que a água é um condutor de microorganismos – justamente o que queremos evitar quando há uma inflamação bacteriana.

Cobrimos a compresssa com um pano seco de lã ou flanela para diminuir a troca de calor e assim permitir que a compressa se mantenha quente por mais tempo. Porém, quando a compressa quente se esfria atingindo a temperatura do corpo, fazemos a troca por outro pano limpo. Podemos usar de dois a dez novos panos para fazer as compressas quentes se houver sinais de abscesso ou infecção.

Dosagem: repita o processo duas a três vezes a o dia.

Dicas: podemos melhorar a miscibilidade do óleo esencial diluindo o primiero com um pouco de álcool etilico, em vez de adicioná-lo diretamente na água.

Próximo post continuaremos a falar sobre Compressas….

Retirado do livro
Tudo sobre Aromaterapia
Adão Roberto da Silva
Editora Roka

2 comentários sobre “Compressas

  1. léa disse:

    Que bela frase…não há dúvida nenhuma sobre isso!
    Num banho, numa compressa, numa massagem, numa simples conversa com alguém triste…é assim mesmo…para tantas dores, tantos amores….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s