O Olfato

O Olfato é o único sentido que tem conexão direta com o cérebro”

Não existe cheiro básico. De acordo com Guyton pode haver 50 ou mais sensações primárias: canforado, floral, almiscarado, hortelã-pimenta, floral, etéro, pugente, etc…

by Tailgun2009

by Tailgun2009

Existe três fases na interpretação de um aroma:

  1. Recepção: o óleo essencial libera notas de cabeça, corpo e fundo. cabeça são mais voláteis (é uma condição necesária, mas não suficiente). A molécula tem que ser pelo menos solúvel em água. As moléculas entram pelas narinas, são aquecidas e umidificadas e captadas pelos cilios olfativos. As moléculas odoríferas são primeiro dissolvidas no muco e depois se ligam aos receptores no epilético olfativo.
  2. Transmissão: não são as moléculas que carregam o cheiro, na realidade, essas moléculas odoríferas acabam sendo eliminadas após sofrerem modificações. Duas enzimas (o citrocromo P450 e UGT ) solubilizam essas moléculas para serem eliminadas durante a filtração do sangue pelos rins. O que vai para o cérebro é a informação e enviada para dentro do cérebro através dos neurônios olfativos.
    – Acabam reduzindo a complexidade dos odores aos básicos. -Distribuem impulsos de praticamente 1.000 neurônios.
  3. Identificação: o rinencéfalo, este se divide em neuro e o trato olfatório, o bulbo olfativo, a estria olfatória lateral e o úncus.
    O bulbo olfativo envia sinais elétricos para o sistema limbico apesar de ser um impulso, a transmissão desses impulsos são via reação química.
  4. Sistema límbico: o lobo límbico – estrutura que margeia tanto o cortex cerebral (parte pensante) quanto a base do cérebro. Este subdivide-se em Amígdala – estrutura que fica dentro do cérebro que nos dá a sensção de prazer, de dor, nos faz alegre, nossas emoções. Forma-se um circuito relativamente direto entre o sistema olfativo e a parte do hipotalamo relacionada com a desencadeamento do comportamento de ingestão alimentar. Hipocampo – os aromas estimulam a memória. Hipotálamo – coordena as funções dos sistema nervoso e endócrimo (hormonal). Desta forma afeta nossas emoções, nosso humor e nosso comportamento.

A reação ao cheiro é praticamente a mesma reação ligada as emoções – oriundas de impulsos.

Se a pessoa aromatiza o quarto com óleo essencial de Alfazema (Lavanda) e dorme melhor, não é porque essa pessoa é influenciável. É porque a Lavanda é neuro-sedativa e provoca alteração bioquímica no corpo.

Ao sentir o aroma, imaginamos o cheiro, por exemplo, da rosa ou de qualquer outra flor, e ao se concretizar só nos leva a saber que aprendemos a apreciar ainda mais a beleza da natureza.


Bibliografia – Tudo sobre Aromaterapia – Adão Roberto da silva – Ed. Rocca

2 comentários sobre “O Olfato

  1. Léa disse:

    “Eu deixo aroma até nos meus espinhos,
    ao longe, o vento vai falando de mim.” – Cecília Meireles –
    Sempre faço uma visitinha ao seu blog, que é tão cheiroso…
    bju!

    • solperuibe disse:

      Oh!! é muito bom receber sua visita aqui. E eu adoro Cecilia Meireles, ele é precisa em suas palavras.🙂 bju e muito obrigada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s